Introversão

O que é um introvertido?

 

Será que as pessoas realmente sabem o que significa ser-se introvertido? A história não tem sido bem contada. A verdade é que muita gente mesmo não sabe o que é um introvertido. Nem os próprios introvertidos estão cientes de si mesmos. Confunde-se o conceito com o ser tímido e isso não poderia ser uma maneira mais distorcida de ver a questão…

Vivemos numa sociedade em que as personalidades mais carismáticas parecem ter mais sucesso em grande parte dos aspectos da vida. Os introvertidos, com o seu carácter tímido, podem por seu turno serem vítimas de algum preconceito decorrente da questão de parecerem algo anti-sociais. A verdade é que um introvertido possui inúmeras qualidades, que estão a ser desprezadas… Mas calma, vamos lá debruçar -nos um pouco sobre essas qualidades.

Pode-se dizer então que um introvertido é alguém que recupera as suas energias virando-se para o seu interior. Ao contrário dos extrovertidos que recuperam as suas energias em ambientes estimulantes como uma festa, convivendo com outras pessoas, os introvertidos esgotam suas energias nesse tipo de ambientes, e podem precisar de se recolherem e estarem sozinhos para recuperar. Mas isto é uma forma demasiado simplista de ver a questão.

photo-1429277005502-eed8e872fe52

 

Vamos lá ver se me faço entender…

Imaginemos a introversão e extroversão como estando cada uma em dois pólos opostos de um segmento. A ideia é perceber que, por norma, as pessoas não são completamente introvertidas ou extrovertidas. É como se eu por exemplo fosse 70% introvertido e 30% extrovertido. Pode parecer estranho mas nós temos diferentes “quantidades” de introversão ou extroversão em nós.

Mas, em suma, podemos dizer que os introvertidos são mais sensíveis aos estímulos exteriores. É como se eles se cansassem mais rapidamente dos ruídos e do convívio com outras pessoas e tivessem de recarregar as suas energias recorrendo a actividades mais calmas e solitárias.

Estudos têm demonstrado que introversão é sinónimo de sensibilidade superior. Numa experiência em que foi deitada uma gota de sumo de limão na língua, descobriu-se que os introvertidos salivam mais que os extrovertidos.

Estima-se que 25% da população mundial seja introvertida. E de acordo com a pesquisa que eu realizei, uma grande parte dos introvertidos vê a sua qualidade de vida reduzida porque acha que não está à altura dos ideais de extroversão da sociedade…

Este é um tema tão importante. É extremamente importante para os introvertidos estarem cientes das suas qualidades. Por norma, eles acham que existe algum problema consigo próprios, por precisarem de estarem sozinhos ou por se sentirem bloqueados a falar em grupo ou por sofrerem de ansiedade social…

Está na hora de reconhecer que os introvertidos são:

  • Bons ouvintes;
  • Respeitadores da opinião dos outros;
  • Altamente sensíveis;
  • Criativos;
  • Bons líderes;
  • Inteligentes;
  • Podem ser excelentes profissionais;

No caso dos introvertidos, aquelas que parecem ser as suas maiores lacunas na personalidade, são muitas vezes o ponto de partida para as áreas onde eles podem ser excelentes. O problema são os preconceitos que ainda vigoram a respeito de pessoas que parecem algo anti-sociais, ou demasiado caladas, etc.

Informação! Esta é a palavra-chave para compreender os introvertidos. Há falta de informação.

Este blog centra-se nessa informação tão necessária…

“Não me subestime porque estou calado. Eu sei mais do que eu digo, penso mais do que eu falo e observo mais do que você julga. “

Michaela Chung